50 anos sem Marilyn

Passaram-se 50 anos após o misterioso (nunca se souberam as circunstancias) desaparecimento de Marilyn. Mas por muito que o tempo passe esta continua a ser das mulheres mais influentes no que toca a estrelas que já se foram. Quer seja o tema de um filme ou de uma sessão fotográfica, Marilyn está quase tão presente no mundo da moda como nas telas de cinema.
Era ambiciosa, divertida e muito atrevida ... a sua célebre resposta "O que eu uso na cama?! Chanel Nº5, é claro!" ainda hoje ecoa, bem como o seu estilo extremamente pin up. Marilyn celebrava o seu corpo, um corpo não excessivamente magro, com curvas e contra-curvas e claro visivelmente saudável, defendia ainda a ideia de que um corpo bonito não deveria estar constantemente tapado e de que com os sapatos certos uma mulher era capaz de conquistar o mundo. 
A verdade é que com os sapatos certos...ou não, Norma Jean Mortensen de nascença conquistou não só o EUA, o mundo e certamente o coração de um certo Kennedy. Tornando-se num dos ícones do século XX.


 Dona de um estilo inconfundivel, onde quer que chegava chamava as atenções.. as cameras adoravam Marilyn!
Altos peep-toes, vestidos cintados e em tecidos esvoaçantes ou modelos extremamente colados com fendas e decotes algo duvidosos na época , cinturas subidas e camisolas de lã e gola alta marcavam o estilo desta Diva. As cores no estúdio eram vivas e acompanhadas pelo seu batom vermelho, na vida pessoal era muito restricta ao preto e branco e ao seu sorriso que ilumunava qualquer look.

 

 

Marilyn, pode não ter vivido neste século, na verdade deixou-nos cedo demais... contudo continua e irá ser para sempre uma inesgotável fonte de inspiração . 

 

A não perder o novo filme "My week with Marilyn", ao que parece o filme é uma soberba interpretação de Michelle Williams, com a participação de Eddye Redmayne, Emma Watson, Julia Ormond, Kenneth Branagh, e Pip Torrens entre muitos outros.
 Baseado em dois livros de Colin Clark, o filme mostra o making of do filme The Prince and the Showgirl (1957), estrelado por Marilyn Monroe (Williams) e Laurence Olivier (Branagh). Ele centra-se na semana em que Monroe passou um tempo sendo acompanhada pela Grã-Bretanha por Clark (Redmayne), depois que seu marido, Arthur Miller (Scott), deixou o país. 

 
publicado por Diianna às 23:43 | link do post | comentar | ver comentários (1)